terça-feira, 24 de julho de 2012

"Compromisso pela Criança e pelo Adolescente" de candidatos a vereador e prefeito do Paraná


Vejam, abaixo, iniciativa publicada pelo Ministério Público do Estado do
Paraná, referente ao "Compromisso pela Criança e pelo Adolescente" de candidatos aos cargos do Legislativo e Executivo Municipais naquele estado. 



Ofício Circular nº 143/2012 - Eleições Municipais 2012

Ofício nº 144 / 2012        Curitiba, 13 de julho de 2012

Prezado(a) colega,

Em data de hoje, o Estatuto da Criança e do Adolescente completa 22 (vinte e dois) anos de sua promulgação.
Para marcar a data, aproveitando o ensejo das eleições municipais que serão realizadas no corrente ano, o Ministério Público do Estado do Paraná, por intermédio do Centro de Apoio Operacional das Promotorias da Criança e do Adolescente e da Educação, coloca à disposição da sociedade paranaense material relativo à campanha “Compromisso pela Criança e pelo Adolescente”, destinada a sensibilizar e colher compromissos dos candidatos às próximas eleições municipais para com a população infanto-juvenil local.
O material consiste em modelos de cartazes contendo o logotipo da campanha e dos 22 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente, um modelo de folder explicativo à população (que pode ser impresso a partir do tópico específico relativo à campanha criado na página do CAOPCAE/PR na internet e distribuído em escolas, centros comunitários e em outros locais públicos), orientações gerais aos encarregados de deflagrar a campanha em nível municipal, bem como de dois modelos de termos de compromisso destinados aos candidatos a Prefeito e um destinado aos candidatos a Vereador, através dos quais os mesmos se comprometem a, uma vez eleitos, priorizar a criança e o adolescente em suas ações, através de inúmeras iniciativas relacionadas nos respectivos documentos.
A ideia é fazer com que os Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselhos Tutelares, representantes da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB, entidades não governamentais e lideranças locais efetuem uma ampla mobilização em torno da causa da infância e da juventude, incentivando a população a votar apenas em candidatos que assumam o compromisso de destinar à área da criança e do adolescente o tratamento prioritário que lhe é devido na forma da lei e da Constituição Federal.
A sugestão é que a coleta de assinatura dos candidatos ocorra preferencialmente por ocasião de evento ou solenidade especialmente marcada para este fim, e a relação dos candidatos signatários do documento deverá ser publicada na sede do Conselho Tutelar e em outros locais.
Após aderir à campanha, o candidato estará assumindo, perante seus eleitores e perante toda sociedade, a obrigação moral de lutar pelos direitos das crianças e adolescentes residentes no município, e os defensores da causa da infância e da juventude poderão contar com mais um aliado na busca da melhoria das condições de vida da população infanto-juvenil do município.
Por intermédio da “Compromisso pela Criança e pelo Adolescente”, será possível colocar a defesa dos direitos da criança e do adolescente na agenda dos candidatos à Prefeitura e à Câmara Municipal, e a assinatura do "Termo de compromisso" permitirá que a área infanto-juvenil seja o foco central e prioritário de atenção da futura administração municipal, assumindo assim seu merecido local de destaque no processo de elaboração e implementação de políticas públicas, ações e programas de governo, ponto de partida para transformação da dura realidade em que vive boa parte das crianças e adolescentes paranaenses.
Assim sendo, contamos com os(as) colegas para divulgação da iniciativa e implementação da campanha em todos os municípios paranaenses, a partir da mencionada mobilização dos diversos segmentos da sociedade, diretriz elementar da política de atendimento à criança e ao adolescente a tanto tempo idealizada pela Lei n° 8.069/90.
Sem mais para o momento, e permanecendo à disposição para os esclarecimentos adicionais e o suporte que se fizer necessário, renovo votos de elevada estima e distinta consideração.

ADOLFO VAZ DA SILVA JÚNIOR
Procurador de Justiça
Coordenador do CAOPCAE

MÁRCIO TEIXEIRA DOS SANTOS
Promotor de Justiça      

MURILLO JOSÉ DIGIÁCOMO
Promotor de Justiça

Um comentário:

Valci Silva disse...

Iniciativas como esta poderiam e deveriam ser adotadas em todos os municípios do Brasil, nestas eleições. Grande abraço amigo Rudá.