quarta-feira, 11 de julho de 2012

Campanhas salariais de 2011 conquistaram aumento real

O aumento foi, em média, 3% acima da inflação. Segundo o DIEESE, 9 em cada 10 pisos salariais tiveram aumento real em 2011. 
O comércio é o que apresenta o maior percentual (95%) de pisos com ganhos acima da inflação. Na indústria esse percentual foi quase o mesmo, de 94%. No setor rural e no de serviços, os percentuais são menores: 89% e 87%, respectivamente.
Segundo o levantamento, chama a atenção o fato de 11% dos pisos no setor de serviços terem registrado reajuste abaixo da inflação.
No ano passado, o menor piso salarial foi de R$ 540, valor equivalente ao salário mínimo nos meses de janeiro e fevereiro de 2011. O maior correspondeu a R$ 4.359.
No segmento de comunicação, publicidade e jornalismo/ de serviços de saúde/ de processamento de dados / metalurgia e industria urbana foram encontrados os maiores pisos registrados no sistema de acompanhamento de salários --todos acima de R$ 1.500.

Um comentário:

Paulo Cavalcanti disse...

Prezado Rudá,

Muito interessante seu texto, retrata de fato o que é o Congresso Nacional brasileiro, porém, ainda prefiro uma "democracia cara" a uma "ditadura barata" - e o defeito não está no Congresso, mas no eleitor que ainda não descobriu para que serve aquela teclinha verde onde está escrito: CONFIRME.