sexta-feira, 18 de novembro de 2011

O hino de Ciro Gomes

Quando o Ultraje a Rigor escreveu "Eu me Amo" não imaginava redigir a história política de Ciro Gomes. O cara é impossível!
Somente neste ano, deu bofetada em meio mundo. Começou negociando sua ida para o PDT. Mais que certo. Mas era um vazamento programado. Para desmentir o certo, atacou o PDT.
Agora, como um elefante em loja de porcelanas, diz que é o candidato natural à Presidência da República, descartando o governador Eduardo Campos e, de troco, afirma que é natural que o PSB rompa com o PT. Nada mais conveniente. Uma pérola da inteligência política tupiniquim. Não contente, afirma que o PT (e o governo federal) subordinou o PDT e o PCdoB.
Imagino que todos da família do Ciro já fizeram seguro de vida. Há tempos.

Um comentário:

SENÔ JÚNIOR disse...

O Ciro Gomes deve estar escrevendo um roteiro para um programa humorístico. Ele mesmo por si só, já é uma piada. Tudo que ele quer deve ser as luzes da ribalta.E alguém ainda tem tempo para ouvir os muchochos desse cara.Ele não fala sério, por isso é engraçado ou patético.