quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Ainda sobre a ofensiva de Aécio Neves

Revista Época e aparição no programa da RedeTV. Não chega a ser uma grande campanha, mas para quem estava com farol apagado desde o início do ano, já é algo. O discurso de Aécio se pauta por:
1) Ataque ao modo petista de governar. Afirma que se trata de atraso: intervenção estatal, centralismo orçamentário e quebra do pacto federativo
2) Defesa tímida do ideário tucano: modelo empresarial para gestão do Estado
3) O tema que incomoda é o das privatizações de estatais
4) Defesa intransigente e firme do governo FHC
5) Crítica dura ao petismo, mais branda em relação a Lula e desconsiderando culpa de Dilma Rousseff
6) Cordialidade no debate direto com adversários, procurando criar diferencial em relação ao embate entre paulistas (petistas e tucanos).

Um comentário:

SENÔ JÚNIOR disse...

Sabemos perfeitamente que as próprias trapalhadas do que é governo garante munição suficiente para que a oposição obtenha votos para sua tão sonhada volta ao poder.E diga-se de passagem oposição que já foi posição e que perdeu o trono por culpa da demora nas definições estratégicas e de governo, sobre os rumos a seguir.É claro que mais dia menos dia a oposição será de novo governo.Mas nessa história o que menos conta são as reivindicações do povo, pois a briga mesmo para valer são apenas para benefíciar a corte e seus comensais, o povo que fique esperando as migalhas que serão atiradas para si.