quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Zé Dirceu escorrega mais uma vez

No PT, sempre se disse que a melhor forma de fazer Zé Dirceu se enrolar é jogar os holofotes para ele. Nos bastidores, é quase imbatível. Mas à luz do dia, a vaidade e autoconfiança são tão agigantadas que o escorregão é inevitável.
A prova foi este contrato de trabalho para ser gerente de um hotel com salário de 20 mil reais mensais.
O hotel Saint Peter tem história em Brasília. E muito citada. Irmão quase siamês do Saint Paul, foi leiloado em 2005 para pagar indenizações às famílias vítimas do desabamento do Edifício Palace 2, todos de propriedade, até então, de Sérgio Naya. Emblemático, não?
Hoje, o Saint Peter é propriedade de Paulo Masci, filiado do PTN (ex-deputado por este partido) e também proprietário de várias rádios em São Paulo (como a Tupi FM).
Somente a vaidade e sentimento quase doentio de poder pode explicar a tranquilidade em definir este salário para uma função que, no mesmo hotel, em agosto do ano passado, se recebia 1,8 mil reais mensais (segundo cópia da carteira de trabalho da então gerente geral do Hotel Saint Peter, Valéria Linhares).
Sei que alguns "puristas" dirão que o salário pago é problema de quem contrata, o que é um fato. A questão não é trabalhista, mas política. É razoável e prudente jogar para si esta situação? Não fica parecendo chacota?
O problema é este: Zé Dirceu, em público, acaba perdendo a medida do razoável e da prudência. Um problema crônico para quem o conhece.


8 comentários:

Richard Widmarck Matheus Tinoco disse...

Se ele estivesse fazendo isso gratuitamente também seria motivo de um comentário ou outro ou seja o Zé é motivo para estar no noticiário, seja por purismo ou para expressar uma teologia da indignação.

Walfredo disse...

Não vi escorregam nenhum. Dirceu, certamente vai tornar ol hotel famoso e sua presença representará milhões em mídia gratuita, como esta aqui realizada.
Quando o mentirão for desmontado, Dirceu será um dos mais poderosos políticos da história do Brasil.

Rudá Ricci disse...

Você só pode estar de brincadeira, Walfredo. Está repetindo o Zé de Abreu por repetir ou acredita mesmo nesta bobagem? Este espaço é sério. Não brincamos com a democracia.

Cláudia Regina Vieira Lima disse...

Eu fico imaginando se o contratado fosse o Lula. O salário deveria ser de uma apresentador global , já que segundo Obama, ele é o Cara! Os funcionários do hotel devem estar se perguntando porque não se filiarem ao PT, garantindo assim ótimos salários! Ou será que esse salário vai ser pago com o dízimo dos petistas?

Minha visão do Mundo disse...

Ruda já ouviu falar da AP 2274 onde o procurador e barbosa colocaram todas as provas q incentivam os petistas, q a Visando ñ é pública (bb+bancos privados) além d ter comprovação d gasto. Q ñ houve compra d votos e sim cx 2, igual ao mensalao tucano. Q Pizolato provaram tudo isso na justiça italiana desmoralização o stf brasileiro.

GS disse...

Ora bolas, achando ruim com o Walfredo devido a que? E se ele chegou a conclusão a partir do que o professor escreveu - apoiado no Ives Gandra e Cláudio Lembo - em 23 de setembro nesse mesmo espaço? Segue o link para refrescar a memória: http://rudaricci.blogspot.com.br/2013/09/dirceu-foi-condenado-sem-provas.html.

Rudá Ricci disse...

GS,
Você é o irmão mais velho do Walfredo? Deixa o rapaz se defender sozinho, meu caro! No mais, o que você aponta não tem relação alguma com o que ele escreveu. Uma coisa é ser condenado sem provas. A outra é fazer chacota de todos criando um salário evidentemente inflado e fictício. Se fosse realmente dirigente de peso, não cometeria um erro tão infantil.
Mas é Zé Dirceu...

Rudá Ricci disse...

Cláudia,
Lula é de outro nível. Nunca cometeria erro tão grosseiro como este do Zé. Não é por outro motivo que ele se elegeu duas vezes Presidente e é ainda o maior personagem da política brasileira. Já o outro...