quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Vereadores de BH insistem no aumento de 61%

Agora eles decidiram veicular uma mensagem na televisão explicando que o aumento de 61% que pleiteiam tem como fundamento o salário congelado nos últimos quatro anos. Além de gastarem nosso dinheiro com esta propaganda, parece que não sabem que a inflação do período foi sempre inferior a 10% ao ano (mesmo pela medida plena do IGP-DI, sendo que o IPCA girou ao redor de 5% a.a.). Também não levaram em consideração os reajustes médios de salário em 2010 medidos pelo DIEESE, menores que os ocorridos anteriormente, o que já seria um alerta para o inconveniente deste pleito na atual conjuntura.
De qualquer maneira, para refrescar a consciência dos vereadores de Belo Horizonte, o Ministério Público Estadual decidiu solicitar uma justificativa mais, digamos, profissional para tal aumento de salários.
Se não respeitam quem os elegeu, vejamos se respeitam o MP.

5 comentários:

Matheus Moreira disse...

Uma outra informação relevante para a análise do argumento de que os vereadores não legislam em causa própria, como alegam na campanha veiculada na tv, é a taxa história de renovação da câmara ao longo das últimas eleições.

Se essa taxa for baixa significa que ao longo das eleições os nomes na câmara mudam pouco. Os vereadores podem usar isso para legislar em causa própria indiretamente, sabendo que são grandes as chances de serem reeleitos porque é assim que tem sido historicamente em BH.

Júnior ... Eskelsen D. disse...

Os trabalhadores do correio
foram suprimidos e estavam
a 10 anos sem reajuste.

SENÔ JÚNIOR disse...

Isso ocorre em todo o país, exceto aqui em Brasília que não temos vereadores nem prefeito. Ao menos dessa raça espúria estamos livres.Mas tenho uma dúvida, como seria a remuneração dos administradores regionais aqui, pois cada cidade satélite tem um administrador regional.

recsa2004 disse...

Agora ver ter argumento para o MP!

https://www.facebook.com/groups/manifestoapartidario/

http://www.youtube.com/watch?v=arwOsEsEw2Q&feature=youtu.be

Cláudio Roberto de Souza disse...

Aqui no Recife, a mesma coisa, o mesmo índice, com os salários passando de 9 MIL REAIS para 15 MIL REAIS!!! Fora, claro, os privilégios de praxe (e de sem-vergonhice). No caso daqui, capitaneado pelo vereador do PT Jurandir Liberal, ex-presidente do sindicato dos servidores públicos federais, que na cara lustrada por óleo de peroba, afirmou que 15 mil 'é até pouco' para o que fazem pela cidade!!!