quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Heloísa Helena vai para partido de Marina


Heloísa Helena abandona PSOL e desabafa: ‘me obrigaram a defender o aborto’

Postado em: 10 set 2012 às 14:20

Heloísa Helena afirmou que deverá ingressar no novo partido de Marina Silva, previsto para ser fundado em 2013. A ex presidenciável do PSOL não se despediu sem deixar recado: ‘todo partido tem malandros’

heloísa helena psol aborto
Heloísa Helena deixa PSOL e dispara: “todo partido tem malandros”. Foto: divulgação
A fundadora do PSOL vai deixar o próprio partido no primeiro semestre de 2013. A ex-senadora Heloísa Helena só espera Marina Silva dar o sinal verde para a criação de uma legenda. ‘Pretendo generosamente ajudá-la’.
O seu partido cresceu tanto a ponto de Heloísa perder as rédeas, diante das correntes diversas nas hostes. ‘As centelhas que o PSOL criou foram grandes’, desabafa, e complementa com uma ironia sem medo de tiro no pé: ‘Todo partido tem malandros’, insinuando nisso a sua sigla.

De palavra

Heloísa lembra que o PSOL é totalmente diferente do que criou e justifica a iminente saída: ‘Não tenho relação mística com os partidos, perdi isso com o PT’.

4 comentários:

Giva disse...

Rudá, não gosto de tratar as questões do partido em público, mas tem questões que já são públicas e assim é necessário esclarecer alguns pontos.

1o Esssa chantagem da HH é velha, desde 2010 ela fala que sairá, não sabemos honestamente porque ela ainda não foi;

2o Essa situação criada pela HH tem origem na discussão da candidatura a presidente de 2010 quando a HH não aceitou a sua indicação pelo partido e aceitou e queria que o partido apoiasse a Marina Silva e seu projeto de ambientalismo capitalista;

3o O partido não aceitou e teve prévias com 3 nomes, Babá, Plinio e Martiniano(laranja apoiado por HH, se fosse escolhido abriria mão para apoiar Marina), esse último apoiado por ela;

4o ela fez campanha para senadora sozinha em Alagoas, não aceitou ajuda do partido deixou que Renan Calheiros por exemplo espalhasse Outdoors com ele e ela por Alagoas, acabou perdendo;

5o Tem tentado permanenemente levar o partido para a direita e o projeto marinista e a base tem rechaçado , porque não aceita esse projeto e temos elaboração suficiente sobre a questão ecologica para sabermos que não existe sustentabilidade com capitalismo;

6o A principal base de sustentação de HH é o MTL da qual faz parte Martiniano, que foi pego em relações com o Carlinho Cachoeira e foi sumariamente afastado da direção do partido em Goias por ter mentido a direção que não tinha nenhum envolvimento com ele;

7o A HH tentou pressionar a direção do partido para não afastar o MArtiniano, o que a direção não o fez e afastou imediatamente.

A questão é Rudá, todo partido tem gente oportunista, tem mesmo , mas antes de ouvir uma voz é necessário ouvir as vozes do partido para poder fazer melhor juizo do que se passa e avaliar quem são os verdadeiros oportunistas de um partido, penso que a HH perdeu a oportunidade de ser grande e não ser mais do mesmo, hoje o partido é grande, com certeza não pelo udenismo da HH, mas pela coerência dos quadros que emergiram e lutas que temos travado.

Honestamente espero que a HH vá e leve consigo o restante dos puros que estão ao lado dela, poris nos prestaria um grande serviço e a luta que temos travado nesse país, por um mundo melhor!

Giva disse...

P.S. Uma das questões que HH coloca é a questão do aborto, que foi posta e aprovado a legalização do aborto, pois entendemos que é uma quesão de saúde pública, diferente dos outros partidos discutimos questões importantes em congresso, a ampla maioria do partido aprovou a HH foi contra e não só não acatou a decisão como participa de frentes de direita em favor da criminalização do aborto, ou seja, confunde questão de estado em questão religiosa.

Isso é HH, não quer respeitar o partido ao qual ela é filiada, desrespeitando as suas instâncias e decisões talvez seja esse o motivo que pela primeira vez a base de um partido de esquerda no Brasil derrotou a sua principal dirigente não por uma, mais duas vezes.

Anselmo Rocha disse...

O que me espanta é um conservadorismo em atribuir a questão do aborto o motivo da saída de um partido! acho que a no fundo uma questão religiosa tanto da Marina e HH que as deixaram mais distante do campo da esquerda.

Flávio José Barbosa disse...

Esse Senhor chamado de Giva, diz que o aborto é uma questão de saúde pública e não religiosa, que pena que o mesmo autodeclarado agente da esquerda "democrática", não conheça os números e nem os fatos trágicos a ele relacionados, assim como o projeto Draconiano -que naufragou no congresso - de aborto até os nove meses, na prática! A eugenia entenda-se aborto livre, como medida de saúde pública,se materializou intensamente na Alemanha Nazista! O PSOL irradia mais sombras do que luz, neste quesito!