segunda-feira, 11 de abril de 2011

Aécio não fecha as contas de sua gestão


O relatório técnico das contas de 2009 do ex-governador Aécio Neves indica que parte dos gastos obrigatórios em saúde e educação não foram investidos. Despesas com aposentados chegaram a ser incluídas no orçamento da educação. Relatório do Tribunal de Contas de Minas Gerais, assinado por 10 profissionais reprova as contas. Mas os conselheiros do TCE aprovaram. O título da matéria do jornal Hoje em Dia desta segunda-feira é "Jogo político encobre contas de Aécio".
O maior problema está na educação (que foi motivo de muita propaganda engolida sem crítica pela grande imprensa tupiniquim). Dos 25% do orçamento a serem investidos por determinação constitucional, o relatório indica que apenas 20,15% foram efetivamente empregados no Estado. O relatório é claro:
Mister ressaltar que, expurgando-se os valores mencionados (considerados irregulares), o Estado se torna inadimplente com a área da Educação, despendendo 20,15% dos seus recursos nessa área, abaixo, portanto, do mínimo constitucional determinado para os Estados

3 comentários:

Dona Chica disse...

O Sr. Neves faz o que quer e o que não quer em MG. Fato!!
Até quando teremos que engolir isso??

josehrio disse...

Aécio é uma sombra de seu avô, e uma desgraça para a realidade atualde MG...

gislenen disse...

o que me deixa indignada é que este senhor parece esta acima da nossa constituição. Não sofre nenhuma punição, cadê os orgãos do judiciário? Nada fazem contra este corrupto. Nada é feito... a imprensa tupiniquim, nós sabemos é oprimida e mordaçada e o poder judiciário é o quê/?

Gislene Meireles