quinta-feira, 17 de março de 2011

Pesquisa Transparência do Ciclo Orçamentário das Capitais (INESC)

4 comentários:

César Bento disse...

Considernado que Brasília está em terceiro, percebe-se que transparência do ciclo orçamentário não resolve tudo.

Rudá Ricci disse...

É verdade, embora também tenhamos que admitir que é melhor que ela exista. O fato é que as licitações em nosso país são completamente frouxas. Para piorar: há um imenso controle sobre pequenos contratos, mas aquários vazando por todos os lados nos grandes projetos. Basta definir no edital algumas exigências que somente uns poucos poderão cumprir. O problema é que este é o mesmo furo do financiamento público de campanha eleitoral: ela não elimina o caixa 2, justamente porque já é prática ilegal.

Moulin disse...

Rudá,
Realmente ainda temos muito que avançar na transparência e bom uso do recursos públicos.
Como faço para ter acesso a essa pesquisa? procurei no site do Inesc mas não encontrei, achei apenas o relatório do índice latino americano de 2009.
obrigado

Rudá Ricci disse...

Moulin,
O INESC deve publicar no site hoje ou amanhã. Mas se me enviar seu email, envio o PDF completo.